Notícias

Mutirão praticamente zera fila por cirurgias de catarata em Goianá

A eficiência dos serviços de Saúde de Goianá está devolvendo a várias pessoas o direito de enxergar bem. O mutirão de cirurgias de catarata iniciado a dois meses já garantiu a realização de 28 procedimentos e praticamente zerou a fila de espera. Além de assegurar as cirurgias sem custos, a Secretaria de Saúde se encarrega de toda a logística necessária às viagens dos pacientes até a capital do Estado.

A definição das pessoas atendidas seguiu rigorosamente a ordem dos encaminhamentos existentes na UBS de Goianá. Só estão sendo submetidas à cirurgia pessoas que tiveram seus casos devidamente analisados pelos médicos do município. Os procedimentos cirúrgicos são realizados no Hospital Evangélico de Belo Horizonte, por meio de um convênio.

O transporte e as movimentações na capital são feitas num ônibus cedido pela Educação, com motorista. Além disso, o município arca com os custos da pousada onde os pacientes, ao lado dos acompanhantes, pernoitam para voltarem ao hospital no dia seguinte e serem atendidos nas consultas de revisão dos procedimentos. A mesma estrutura é disponibilizada no retorno realizado sete dias após a cirurgia.