Notícias

Respeito e valorização ao servidor: Prefeitura aplica reajuste salarial ainda no mês do dissídio coletivo

Pela primeira em muitos anos, os servidores municipais de Goianá estão sendo atendidos com o reajuste salarial ainda dentro do mês do dissídio coletivo. O acordo foi fechado em reunião realizada na terça-feira, dia 15 de janeiro, entre a Administração Municipal e representantes do sindicato dos servidores.

Enquanto vários municípios ainda devem o salário de dezembro e o 13º, a Prefeitura de Goianá supera as dificuldades para cumprir as obrigações com o funcionalismo. A correção salarial é de 4% com base no salário de dezembro de 2018. O índice corresponde a 3,75% referentes à inflação do período mais 0,25% de ganho real.

A correção não se aplica aos professores e aos trabalhadores com vencimentos baseados no salário mínimo. Nas duas situações os reajustes são definidos por um regime federal. Outra medida justa e transparente diz respeito aos agentes comunitários de Saúde e aos agentes de combate a endemias. A Administração Municipal de Goianá está adotando o novo piso definido em lei federal para remunerar a categoria.