Uso_da_ambulancia_Goiana_segue_regras_do_Samu_em_remocoes_de_emergencia

Notícias

Uso da ambulância: Goianá segue regras do Samu em remoções de emergência

A Secretaria de Saúde de Goianá segue fielmente as normas estaduais e federais para a utilização da ambulância aos domingos e de segunda a sábado, das 22 às 7 horas do dia seguinte. O objetivo é garantir agilidade e a necessária segurança ao atendimento.

De acordo com o regulamento da urgência e emergência, o motorista de plantão só pode conduzir o paciente para alguma unidade de referência, mediante a autorização e o encaminhamento do médico do Samu.

Chegando ao local, o condutor da ambulância aciona a central pelo telefone 192 e coloca um familiar ou o próprio paciente em contato com o plantonista. Diante do quadro e das informações colhidas, o médico define o destino da pessoa socorrida.

A unidade de referência de Goianá é a UPA São Pedro, em Juiz de Fora. Dependendo do caso, o encaminhamento pode ser para Rio Novo ou São João Nepomuceno.

“Esse fluxo confere muito mais segurança ao processo de remoção. Por lei, o Samu é o órgão com prerrogativa para regular tudo que diz respeito à urgência e emergência”, explica Lúcio Alvim, secretário de Saúde de Goianá.

Ele lembra que o direcionamento da Central do Samu garante a condução do paciente à unidade preparada para prestar o atendimento exigido pelo momento. “Em muitos casos, isso significa salvar uma vida”, resume Lúcio.